Qual é a Importância do Fiador no Aluguel de Imóveis?

por 19 de janeiro de 2018Dicas da Sol

O aluguel de imóveis com a utilização de um fiador ainda é um dos meios preferidos e mais utilizados para garantir ao locador a segurança do recebimento dos valores que lhe são devidos.

Apesar de, muitas vezes, ser um desafio para o inquilino encontrar alguém disposto a assumir esse papel, essa é uma das opções mais vantajosas para ambos os lados do negócio.

Isso porque, com o fiador, o locatário não precisa arcar com nenhum outro gasto além dos aluguéis e encargos previstos no contrato de locação.

Já o proprietário do imóvel, o locador, pode ficar mais tranquilo, com a garantia de que há uma terceira pessoa no negócio que, em caso de inadimplência do inquilino, irá pagar o valor devido.

Apesar de todas essas vantagens, muitas pessoas ainda possuem dúvidas quanto às funções, obrigações e direitos do fiador no aluguel de um imóvel.

Pensando nisso, nós respondemos algumas dessas questões abaixo. Confira:

Qual é o Papel do Fiador?

A principal função do fiador é garantir o pagamento do aluguel e outros encargos prescritos em contrato, caso o inquilino não consiga honrar com seus compromissos.

Ou seja, nada mais é que uma redução do risco de inadimplência.

Quem Pode ser Fiador?

Os requisitos para ser fiador no aluguel de um imóvel dependem das exigências de cada proprietário ou imobiliária.

Por ser um papel muito importante, que irá garantir o pagamento de pendências, os credores costumam exigir “provas” de que o fiador terá condições financeiras para arcar com os possíveis débitos. Além de não possuir o nome sujo, claro.

Na Sol Imóveis, as exigências para ser um fiador são:

  • Ser maior de idade;
  • Residir em qualquer cidade do Brasil;
  • Possuir renda mensal pelo menos 3 vezes maior que o valor do aluguel;
  • Não ter restrições ou desabonos em seu nome;
  • Possuir imóvel quitado e fornecer a Matrícula atualizada.

O Fiador pode Renunciar ao Compromisso?

Caso o fiador não queira mais se responsabilizar pela inadimplência do locatário, a Lei do Inquilinato prevê uma opção para que este possa se exonerar da fiança.

Para tanto, o fiador precisa notificar o locador da sua intenção de deixar a responsabilidade.

A partir de então, são contados 120 dias para que o inquilino encontre outro responsável. Nesse período, o antigo fiador ainda está incumbido de suas funções.

Por outro lado, se forem feitas alterações drásticas no contrato de locação sem o conhecimento do fiador este estará apto a deixar a função sem qualquer prejuízo.

É Possível Alugar um Imóvel sem Fiador?

Se você deseja, contudo, abrir mão do fiador no aluguel de imóveis, a Sol Imóveis oferece algumas opções como o título de capitalização e o FiadorWeb, que explicamos melhor neste artigo aqui!

O que você acha do papel do fiador no aluguel de imóveis? Deixe um comentário!

Imagens: Bom Negócio Imobiliário em SP, LinkedIn, Beleza.vn.

Comments

comments

Faça um comentário