Diferenças entre locador e locatário

por 5 de outubro de 2018Sem categoria

Quase todo mundo já morou em uma casa ou apartamento alugado algum dia. E se ainda não, já pensou na possibilidade. O aluguel de imóveis é uma boa opção para quem busca um lar, mas sem efetuar a compra definitiva.

Quando uma locação é realizada, é necessário um contrato especificando alguns itens como a qualificação do imóvel, de quem está alugando, do proprietário e outros. E sempre é importante buscar informação de como funciona o processo de locação para que a negociação tenha sucesso.

Aqui neste texto, nós vamos explicar a diferença entre locador e locatário, seus direitos e deveres. Enfim, vamos te ajudar com algumas instruções!

Locador

O locador é o proprietário do imóvel ou seu representante legal, é aquele que coloca o imóvel para alugar. Ele pode, inclusive, ser representado por mais de uma pessoa nos casos de imóveis familiares, por exemplo, em que várias pessoas figuram como os legítimos donos.

Locatário

O locatário, conhecido popularmente como inquilino, é a pessoa que está realizando a locação, ou seja, é quem irá morar no imóvel. Ele tem alguns deveres e obrigações financeiras como o pagamento do aluguel, IPTU e outras taxas.

Assim como o locador, o locatário também pode ser representado por mais de uma pessoa nas situações em que há sociedade para efeitos de imóveis comerciais e/ou outros.

Fiador

Já o fiador é aquela pessoa ou organização que se coloca como garantia de pagamento em caso de o locatário não cumprir com as obrigações financeiras estabelecidas no contrato. Este fiador pode ser uma pessoa física que tenha um imóvel particular registrado em seu nome, outros tipos de fianças como título de capitalização e seguro locatício.

 

Deveres do locador e locatário

Cada parte deve cumprir o seu papel no contrato, com direitos e deveres. E iremos elencar os principais aqui.

O locador tem algumas obrigações. São elas:

. Fornecer uma descrição da real situação do imóvel ao locatário, informando seus defeitos, antes da mudança;

. Entregar o imóvel em bom estado ao destinatário;

. Ficar responsável por problemas, defeitos e vícios anteriores à locação;

. Quitar as taxas de administração imobiliária e de intermediações;

. Pagar os impostos, taxas, o prêmio de seguro complementar contra fogo, que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel;

. Pagar despesas extraordinárias de condomínio, como obras de reformas da estrutura integral do imóvel, pintura de fachadas e outros.

O locatário também possui as suas obrigações. Confira as principais aqui:

. Pagar o aluguel e os encargos da locação no prazo correto;

. Pagar despesas de telefone, luz, gás, água e esgoto;

. Usar o imóvel como foi definido, atendendo a finalidade do contrato;

. Cuidar o imóvel e devolver no mesmo estado em que recebeu para morar;

. Realizar a manutenção do imóvel. E se o problema for estrutural, informar ao locador que é responsável por resolver.

. Fazer modificações com autorização do proprietário. É permitido ao locatário fazer alterações na pintura, desde que depois repinte conforme estava quando entrou no imóvel; já alterações estruturais, como quebra de parede e outros, somente com autorização;

. Entregar ao locador documentos de cobrança de tributos e encargos condominiais;

. Cumprir a convenção de condomínio e regulamentos internos;

. Pagar as despesas ordinárias do condomínio.

Comments

comments

Faça um comentário